Páginas

quinta-feira, 15 de maio de 2008

NADA SERÁ COMO ANTES

A partir de ti
surgiu um outro
mundo inesperado

algo não imaginado
como se o pano tecesse
a forma do bordado.

A partir de ti
nasceu um outro
gozo alucinado

um jocoso contrapeso dormente
que fluente me eleva
ao ser exorcizado.

A partir de ti
ressuscitou um outro
ser renovado

uma nova chance
como se eu recebesse
um coração doado.

A partir de ti
notei um outro
tom afinado


um sem nenhuma toada
como se eu ouvisse
o teu silêncio lacrado.

A partir de ti
capturei um outro
modelo de olhado

um que clama
sutil e de soslaio
para que os lábios sejam penetrados.

A partir de ti
inaugurei um outro
tipo de calendário

um de domingos repetidos
servos com sabor de meles
de duplos e infinitos pecados.

2 comentários:

  1. Belo poema! Satisfação encontrar seus versos.

    ResponderExcluir
  2. Belo poema! Enorme satisfação encontrar seus versos.

    ResponderExcluir

Faça o seu comentário

Marlos Degani

Minha foto
Nova Iguaçu, Rio de Janeiro, Brazil
Participa do grupo de poesia Desmaio Públiko em Nova Iguaçu. É jornalista, escreve crônicas periódicas no sítio do Baixada Fácil www.baixadafacil.com.br e lançou de seu primeiro livro de poemas chamado Sangue da Palavra em 2007 e um CD de poemas chamado MARLOS DEGANI - ATÉ AGORA em 2009, com a sua poesia completa (édita e inédita). Lançou em set/14 seu segundo volume de poemas chamado INTERNADO no formato e-book, já disponível nas melhores virtuais. Contato: marlosdegani@gmail.com