Páginas

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

SOBRE A DÚVIDA

Será que estamos aqui postos neste chão
para acrescentar variadas experiências
e sofrer com a dor profunda das penitências
impostas por tudo em que não há definição?

O que é o amor? A arte? O que é evolução?
Por que insistimos em caçar algumas raízes
e de tentar transformar em teoremas exeqüíveis
as lacunas cujas hachuras residem na inexatidão?

Por que somos viciados nos lastros do passado
que não admitem nem o alho e nem o bugalho
mas apenas as normas e clausuras desenhadas nos rastros
que apontam somente um caminho e sonegam os atalhos?

Há coisas que prefiro manter sempre frementes:
feito o poema; e assim poder buscá-lo eternamente.

Um comentário:

  1. Amei sua conversa com Deus...
    Lindo e tem muito em comum comigo.

    ResponderExcluir

Faça o seu comentário

Marlos Degani

Minha foto
Nova Iguaçu, Rio de Janeiro, Brazil
Participa do grupo de poesia Desmaio Públiko em Nova Iguaçu. É jornalista, escreve crônicas periódicas no sítio do Baixada Fácil www.baixadafacil.com.br e lançou de seu primeiro livro de poemas chamado Sangue da Palavra em 2007 e um CD de poemas chamado MARLOS DEGANI - ATÉ AGORA em 2009, com a sua poesia completa (édita e inédita). Lançou em set/14 seu segundo volume de poemas chamado INTERNADO no formato e-book, já disponível nas melhores virtuais. Contato: marlosdegani@gmail.com