Páginas

sábado, 31 de janeiro de 2015

PARTO


Foi naquele instante que você
pegou na minha mão sem avisar
no beco do banco detrás do carro,
foi ali que senti a mó ardente
a triturar os miolos de dentro
de um corpo que sublimou a alma,
pois somente cabia um desejo
cor da fresta prima da madrugada.
Foi naquele instante que vivi
o que mais me importa nesta vida:
ter a sua mão fina sob a minha
e dois corações na mesma batida.
E imediatamente eu soube
tudo o que o amor traz. E trouxe.

3 comentários:

  1. Maravilhoso, em apenas um toque, podemos definir toda intensidade visceral do universo.

    ResponderExcluir

Faça o seu comentário

Marlos Degani

Minha foto
Nova Iguaçu, Rio de Janeiro, Brazil
Participa do grupo de poesia Desmaio Públiko em Nova Iguaçu. É jornalista, escreve crônicas periódicas no sítio do Baixada Fácil www.baixadafacil.com.br e lançou de seu primeiro livro de poemas chamado Sangue da Palavra em 2007 e um CD de poemas chamado MARLOS DEGANI - ATÉ AGORA em 2009, com a sua poesia completa (édita e inédita). Lançou em set/14 seu segundo volume de poemas chamado INTERNADO no formato e-book, já disponível nas melhores virtuais. Contato: marlosdegani@gmail.com